Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2017

Revisão de textos – processos e subprocessos

O termo revisão tem sido utilizado para descrever o objeto de grande número de processos, subprocessos e em estudos referentes à composição escrita. No entanto, materialmente, o objeto deste termo não permanece constante. Já temos nos referido ao infindável número de definições e conceitos aplicáveis às práticas da revisão de textos. Distintos métodos de pesquisa e diferentes rotinas de interferência textual têm refletido as diferentes definições de revisão e contribuem para sua formulação polissêmica. Quando a revisão era considerada como observável pela edição de um texto completo, a ênfase metodológica das investigações foi principalmente quantitativa em relação ao número de interferências efetuadas. Assim, a frequência de interferências e a quantidade ou tipo delas realmente efetuadas eram as típicas variáveis consideradas em relação à qualidade do texto escrito. Pesquisas guiadas por essa concepção de revisão produziram resultados anômalos. As distorções apresentadas nas análise…

Os subprocessos textuais de revisão

Conforme observado, poderiam ser aplicados critérios em cada um os subprocessos de revisão especificados: avaliação do texto, reconhecimento dos critérios utilizados na produção e remediação de violações dos correspondentes critérios. Avaliar o texto – primeiro subprocesso A avaliação, como a entendemos, é uma forma de leitura especializado visando a confrontação do texto (escrito ou prospectivo) segundo um conjunto interiorizado de critérios. O objetivo é fornecer uma delineação do desenvolvimento dos critérios pelos quais discurso escrito é julgado aceitável ou inaceitável. A literatura sugere uma progressão no uso de critérios de avaliação escrita, embora detalhes da progressão na aplicação destes critérios ainda permaneçam obscuros. A maioria dos critérios é inferida a partir de estudos de observação participante com pequenas amostras de revisores iniciantes. A implicação a partir dos resultados é que revisores avaliam adequadamente as questões objetivas, normativas e que usam cr…

Limites da revisão

O trabalho do revisor de textos está balizado por dois tipos de limites: um é o próprio conhecimento linguístico, o outro é a alteridade em duas personas, ele próprio e o autor. Cada texto possui subjetividade inerente. As marcas pessoais do autor assomam-se a cada palavra, a cada coordenação ou subordinação escolhida, a cada vírgula. O autor imprime na escrita essas marcas, muitas vezes, sem percebê-las: manifesta-se, surge, irrompe no papel (ou na tela) uma presença cara e que confere naturalidade ao texto: trata-se do estilo. Sem esse detalhe, o texto torna-se uma organização de símbolos para transmitir uma mensagem, nada além de uma mensagem, inócuo. Esperam-se consequências do texto no leitor – preferencialmente que não seja o tédio.
Antônio Houaiss, em seu texto Preparação de Originais – I, lembra a proeza que foi editar Guimarães Rosa. Segundo Houaiss, o autor de Grande Sertão: Veredas, afeito a neologismos e subversões bem-vindas da língua, escrevia prescindindo da norma padr…

Dicas definitivas para artigos científicos

O artigo acadêmico ou científico é associado ao gênero que reporta alguma investigação feita por seus autores com vistas à apresentação de descobertas ou discussão de questões teóricas ou metodológicas.Na pós-graduação, atualmente, já se exige dos alunos a redação de artigos acadêmicos, mas isso costuma ser problema para a maioria dos estudantes. As sugestões que apresentamos aqui são direcionadas à produção dos artigos por autores inexperientes, mas valem também para as dissertações e teses. Claro que há muita coisa mais a ser considerada e colocada em prática, mas nunca haverá uma lista completa de tudo que se deva ter em mente na redação de textos de qualquer gênero. Os textos são complexos, o conhecimento é complexo e ainda existem as questões de linguagem formal e do jargão a serem superadas. Basicamente, texto não foge à regra: é fazendo que se aprende – é refazendo que se aperfeiçoa. Aqui vão algumas dicas sobre os artigos científicos: CriatividadeVeja as questões sobre novo enfo…

Estratégias de leitura na revisão de textos

Revisar um texto implica em leituras e releituras consecutivas, mas trata-se de uma leitura especial, feita por um especialista. A atividade de revisão implica em diversas estratégias de se abordar o texto. A leitura não é uma habilidade passiva. A psicologia cognitiva tem mostrado que o processamento de um texto gera grande atividade mental em que o leitor decodifica a palavra escrita, infere significados do contexto, detecta as ideias principais e secundárias, tenta estabelecer a sequência lógica discursiva, recorre a seu conhecimento prévio sobre o tema tratado, entre outras muitas tarefas de compreensão. Ler é intencional; um leitor atento define critérios diferentes de leitura segundo a finalidade para a qual desenvolve a atividade. Portanto, há também a possibilidade de se ler um texto para revisá-lo. Isso é o que faz um revisor profissional, um linguista encarregado de estabelecer controle de qualidade e estilo de qualquer texto destinado a publicação – por qualquer meio. Na l…

Políticas de revisão de textos acadêmicos

As universidades têm diferentes políticas no que se refere à revisão de textos, principalmente em se tratando das teses e dissertações elaboradas por seus alunos de pós-graduação. O que fazemos aqui é uma compilação e breve análise de tais políticas a partir do que depreendemos de nossa atividade como revisores de textos cujo foco têm sido os trabalhos científicos longos. Em quase duas décadas atendendo a pesquisadores de universidades de todas as regiões brasileiras e de diversas instituições fora do Brasil, temos podido acompanhar os problemas relativos à textualização dos resultados das pesquisas e das relações entre os escritores e seus orientadores acadêmicos. Também temos podido detectar os subsídios e as demandas dos mais diversos programas de pós-graduação referentes ao assunto em tela. Instrumentalização para produção de textos As habilidades e o conhecimento técnico necessários à produção de teses e dissertações ultrapassam em muito aquelas requeridas para a produção de tex…