Pular para o conteúdo principal

Terminando sua tese de doutorado: dicas de gente experiente

Siga os conselhos de quem já fez doutorado.

Muita gente já fez doutorado antes; siga as sugestões de que já passou por isso.

Escolher um bom revisor de textos com antecedência é fundamental.

Você está tentando concluir uma tese de doutorado em tempo para o prazo de poucos meses? Partilhamos alguns conselhos de quem superando esse obstáculo final. Lembre-se: a qualquer momento, ou ao terminar a redação, a Keimelion estará apta e disposta a colaborar, otimizando seu trabalho e elevando-o ao grau de exigência que a banca vai requerer.
Pense que a tese é um processo real e haverá muita vida depois dela.
Aproveitar as experiências dos outros é sempre útil.

1) Verifique se você atende aos requisitos de doutoramento de sua instituição

"Alunos de doutoramento e seus orientadores frequentemente presumem coisas

sem verificar. Um orientador disse a seu aluno que a tese deve ter cerca de 300 páginas, no máximo, então ele escreveu 300 páginas. Infelizmente, o orientador tinha pensado em espaço duplo e o aluno tinha escrito em espaço simples. Livrar-se de 40.000 palavras extras com duas semanas não é recomendado." (Hannah Farrimond, professora de Sociologia Médica, Universidade de Exeter)

2) Mantenha a perspectiva

"Todos querem sua tese incrível, sua magnum opus. Mas seu trabalho mais importante virá mais tarde. Pense em seu doutorado como um aprendizado. Seus pares são improváveis leitores da tese e não vão julgar você nela. Eles são mais propensos a ler documentos (artigos, capítulos, livros) resultantes." (Dean D'Souza, PhD em neurociência cognitiva, Birkbeck, Universidade de Londres)

3) Escreva a introdução por último

"Escrever a introdução e a conclusão juntos ajudará a amarrar a tese, então guarde-se para o fim." (Ashish Jaiswal, PhD em Educação Empresarial, Universidade de Oxford)

4) Use Apps, softwares e toda a tecnologia disponível

"Trello é uma ferramenta de gestão de projeto (disponível como um aplicativo de smartphone) que permite que você crie 'placas' de todas as suas tarefas pendentes, os prazos e ideias. Ele permite que você faça listas de verificação também, então você sabe que todas as suas coisas importantes estão listadas e à mão, ou seja, você pode se concentrar em uma coisa de cada vez. É gratificante mover as notas para a coluna 'feito'." (Lucy Irving, PhD em Psicologia, Universidade de Middlesex)

5) Aborde as questões sem resposta

"Sempre haverá perguntas sem resposta – não tente ignorar ou, pior ainda, escondê-los. Ao contrário, ativamente chamar a atenção para eles; identificá-los em sua conclusão como áreas para investigação futura. Seu doutorado vai mal se tentou ignorar ou contornar os problemas não resolvidos que sua tese inevitavelmente abriu." (Michael Perfect, PhD em Literatura Inglesa, Universidade de Cambridge)

6) Compre sua própria impressora laser

"Uma impressora a laser monocromática básica que pode imprimir dois lados pode ser comprada barato, com toners de substituição e tudo mais. Tem duas funções muito úteis. Em primeiro lugar, é preciso ler seu trabalho fora da tela e em papel, que é geralmente mais fácil. Em segundo lugar, dá-lhe uma desculpa legítima para ficar longe de sua mesa." (James Brown, PhD em Educação Arquitetônica, Universidade de Belfast da Rainha).

7) Checar tudo é importante, três vezes

"Em dias em que seu cérebro está demasiado cansado para escrever, faça seleção de citações, bibliografia e essas checagens; então, você ainda está fazendo progresso." (Julia Wright, professora de inglês na Universidade de Dalhousie, Canadá)

8) Obtenha feedback sobre a tese inteira

"Nós, frequentemente, obtemos feedback sobre os capítulos mas a ideia é obter feedback de seu orientador como um todo para certificar-se de que tudo se encaixa muito bem." (Mel Rohse, PhD em Estudos de Paz, Universidade de Bradford)
9) Certifique-se que você sabe quando vai acabar
"Às vezes os orientadores usam palavras otimistas como 'Você está quase lá!' Peça-lhes para ser mais específico. É daqui a três meses, ou você tem meses seis de trabalho? Ou é só trabalho para um mês?" (Rifat Mahbub, PhD em Estudos de Mulheres, Universidade de York)

10) Prepare-se para a defesa, ela vai acontecer

"Não se concentre apenas na tese – a defesa também é muito importante e as opiniões dos examinadores podem mudar após uma defesa bem sucedid. Lembre-se que você é o perito em seu campo específico, não os examinadores. Peça ao orientador para organizar um simulação da defesa se for possível." (Christine Jones, chefe de estudos Escola de Galês e Bilíngue, Universidade de Gales Trinity St David)

11) Desenvolva seu próprio estilo, você tem personalidade

"Leve em conta tudo o orientador disser, atenda às sugestões sobre revisões para seu trabalho, mas também seja fiel a seu próprio estilo de escrita. Pode parecer que seu estilo não tem nada a ver com o próprio campo de investigação, mas isto não importa." (Sarah Skyrme, doutorado em Sociologia da Universidade de Newcastle)

12) Lembre-se que mais não é sempre melhor

"Uma tese de doutorado não é uma corrida para a maior contagem de página. Não desperdice tempo." (Francis Woodhouse, PhD em Biologia Matemática, Universidade de Cambridge)

13) Tenha um amigo, ou dois, ou três

"Encontre um colega, seu parceiro, um amigo disposto a te apoiar. Compartilhar com eles suas metas e objetivos e aceite ser responsável por eles. Isto não significa que eles vão te incomodar ou importunar, significa apenas que alguém sabe o que está fazendo e pode te ajudar a verificar se seu planejamento é realista e exequível." (Cassandra Steer, PhD em Criminologia, Universidade de Amesterdã)

14) Não seja perfeccionista, mas deseja aproximar-se da perfeição

"Lembre-se que uma tese não tem de ser uma obra-prima. Nada mais auto-incapacitante que perfeccionismo." (Nathan Waddell, lente de Literatura Modernista, Universidade de Nottingham)

15) Cuide-se, você é e sempre será mais importante que qualquer tese

"Saia. Trabalha fora se você puder. Sol, árvores e ar fresco fazem maravilhas para o que resta da sua sanidade." (Helen Coverdale, PhD em Direito, LSE)

Postagens mais visitadas deste blog

Principais estilos de citações bibliográficas e referências

Formate sua tese ou dissertação na Keimelion Os estilos de citações são muitos, cada revista científica, cada programa de pós-graduação decide qual estilo vai adotar, como fazer as citações. Primeiramente, vale informar que "estilos científicos" não são estilos "literárias", mas a edição de estilos, ou seja, modos de apresentação de conteúdo estruturados, formas de escrever artigos científicos , apresentação, organização de conteúdo, formas fazer abreviações, anexos e fotos presentes nos textos e, além disso, formas de citações bibliográficas e de referências . Por isso as formas de citações dependem de cada estilo científico.  As normas são muitas para as referências, mas o princípio é sempre o mesmo: a transparência. Para trabalhar com estilos de citações, é melhor usar um gerenciador de bibliografias como Refworks, Zotero, EndNote, Reference Manager, BibText e outros similares. Mesmo o Word que todo mundo tem faz esse serviço. O que impressiona muito é que a qua

A escrita acadêmica como requisito principal para a boa formação

O texto acadêmico é um gênero muito específico. O suporte para formação acadêmica é, boa parte, o texto. São textos em que as informações são assimiladas e textos produzidos para demonstrar o conhecimento apreendido ou produzido. Quando se fala em produção científica , os primeiros critérios que vêm à cabeça são a quantidade e a qualidade de artigos produzidos. O conceito de qualidade, no entanto, geralmente leva em consideração apenas o fator de impacto dos trabalhos, a quantidade de vezes que são citados por outros cientistas. Mas outro tipo de qualidade vem sendo buscada pelos pesquisadores, inclusive para conquistar o fator de impacto: a qualidade textual, que depende do bom preparo e bagagem do aluno universitário, que permite a ele produzir trabalhos universitários com excelência, qualidade pode ser obtida mais facilmente ao se apoiar em uma minuciosa revisão do texto feita por um revisor profissional . A produção de textos é processo contínuo de realimentação e do qual a revis

Como escrever títulos atraentes em poucos passos: do artigo à tese

Como aumentar o número de leituras de seu artigo? Você gostaria que sua tese ou dissertação fosse muito lida e citada ao invés de ignorada? Claro, qualquer autor deseja isso! Acontece que, atualmente o número textos acadêmicos que encontramos em qualquer pesquisa é muito grande, enorme. A concorrência entre todos os autores, na busca pelo leitor, não tem tamanho. Claro que o mais importante sempre vai ser a qualidade do trabalho, e clareza das ideias e um texto bem limpo, mas o título tem que ser um ponto de destaque também! E existem técnicas para títulos atrativos , que fujam do enfadonho jargão acadêmico e que transmitam a mesma ideia com uma linguagem mais moderna e atraente; veja um exemplo de título à antiga – que eu jamais adotaria – para esta postagem: Questões de legibilidade, ergonomia visual e empatia em títulos de teses, dissertações e artigos acadêmicos: uma discussão propositiva de aplicação da técnica AIDA. Convenhamos, dá até preguiça de ler até o fim, mas você certame

Estrangeirismos e redação acadêmica

O que é estrangeirismo? Por que a implicância? Pode-se ou deve-se usar estrangeirismos em teses e dissertações ? Existe linguagem científica sem estrangeirismos? Onde encontrar as palavras em português? Estrangeirismo ou peregrinismo é o uso de palavra, expressão ou construção estrangeira que não tenha equivalente vernácula em nossa língua. É apontada nas gramáticas normativas como um vício de linguagem , mas há muito esta é apontada como uma visão simplista por diversos linguistas, como Marcos Bagno , da UnB , John Robert Schmitz , da UNICAMP e Carlos Alberto Faraco , da UFPR .   (Wikipédia) Talvez seja conseqüência de um conjunto de fatores o que leva os brasileiros a imaginar como místicas e esotéricas as palavras ordinárias usadas no inglês para dar nomes às coisas. Nesse conjunto, constato a presença do deslumbramento pelos falantes de inglês, da ignorância da língua portuguesa, da ignorância da língua inglesa, da ignorância da cultura estrangeira, da ignorância de etimol

A seleção do título no artigo científico

Título de artigo pode ser pedra angular na carreira Um artigo científico cujo titulo foi bem escolhido tem mais leituras e mais citações! Poucos refletem sobre os títulos de seus artigos científicos e até mesmo sobre os das teses. O revisor do texto poderá oferecer alternativas, mas considere um pouco os princípios que apresentamos.  O título do artigo científico deve ser definido, se possível, com o menor número de palavras para descrever adequadamente seu conteúdo. Digamos que ele seja o "cartão de visita" do trabalho. A maioria das pessoas que acessam o artigo não o lê completamente, um dos motivos que desencadeiam essa situação é um título desinteressante que não reflita o conteúdo do artigo com precisão e clareza. O título é parte de um texto, e parte importante, sobre a qual é necessária alguma reflexão e para cuja elaboração existem técnicas. Nunca despreze a importância do título. Primeiramente, pense bem sobre o conteúdo de seu trabalho, identificando termos releva