Considerações sobre o artigo acadêmico

O artigo acadêmico é associado a gêneros escritos que reportam a alguma investigação feita por seus autores com vistas à apresentação de descobertas e à discussão de questões teóricas ou metodológicas.

A caracterização do artigo acadêmico, leva em consideração as diferenças entre artigos experimentais propriamente ditos, artigos teóricos e artigos de revisão. Estes últimos, por sua vez, se desdobram, ainda, em artigos que apresentam uma visão histórica de um determinado campo de conhecimento; artigos que descrevem a situação atual de um campo do conhecimento; artigos que propõem uma teoria ou modelo para resolver alguma questão no campo de conhecimento e artigos que chamam a atenção para alguma questão do campo de conhecimento.
Revisar dissertação e tese não é para amadores.
A produção de artigo
científico é constante na vida
 do pesquisador acadêmico.
O artigo acadêmico é o gênero textual mais recorrente para a produção e divulgação de conhecimento na comunidade acadêmica, pois tem como objetivos básicos apresentar e discutir resultados de pesquisas ou ainda apresentar revisão de literatura da área. É importante ressaltar, porém, que a posição hierárquica de um gênero irá variar em diferentes práticas disciplinares. Ao produzirem e publicarem exemplares deste gênero, os autores buscam construir, frente à comunidade acadêmica, a identidade de um pesquisador capaz de refletir sobre estudos relevantes para um campo de pesquisa e, a partir daí, pontuar um problema ainda não totalmente estudado neste campo, elaborando articulações teóricas e metodológicas para a investigação deste problema.
São objetivos do gênero artigo acadêmico:
  • estabelecer a produção cientifica em questão como uma novidade para a comunidade disciplinar;
  • reconhecer produções anteriores;
  • estabelecer as hipóteses em questão dentro do contexto geral do discurso disciplinar;
  • oferecer garantias sobre as proposições construídas no artigo;
  • demonstrar um ethos disciplinar apropriado e habilidade para negociar com os pares na academia.
A recorrência do uso do gênero artigo acadêmico relaciona-se, ainda, a duas necessidades básicas que movimentam a produção científica, a saber, a necessidade de estabelecer interação constante e dinâmica entre os membros experientes ou iniciantes da academia e a necessidade, por parte dos autores, de terem seus trabalhos reconhecidos para efeito de financiamento junto a órgãos de fomento.
A caracterização retórica do gênero artigo acadêmico, apresentando quatro unidades retóricas básicas: Introdução, Métodos, Resultados e Discussão, as quais, acreditamos, se prestam mais à descrição do artigo experimental, mas não tão claramente nos demais tipos de artigos acadêmicos. A caracterização retórica, provavelmente, sofrerá flutuações em diferentes áreas do conhecimento. Como exemplo, na área de humanidades é muito comum a inexistência da seção de metodologia, haja vista a natureza ensaística de alguns dos artigos dessa área.
A partir de outra distribuição similar, segundo a qual os artigos acadêmicos seriam estruturados por Introdução, Revisão de Literatura, Metodologia e Resultados/Discussão, observemos, rapidamente, algumas importantes características destas unidades retóricas.
Na Introdução, os autores, geralmente, contextualizam o ambiente teórico do trabalho de pesquisa, delimitando o campo no qual sua investigação estará situada. Nesta unidade retórica, os autores, comumente, apresentam um território de conhecimento, constroem um nicho para sua pesquisa e ocupam este nicho com seu trabalho.
A unidade retórica Revisão de Literatura é elaborada, principalmente, para apresentar e dialogar com as teorias e os autores que serão pertinentes para a fundamentação da investigação e da análise a serem realizadas no percurso da pesquisa, emprestando, assim, uma voz de autoridade ao texto construído.
Quanto à unidade retórica Metodologia, podemos, em linhas gerais, dizer que é nesta seção que os autores apresentam o objeto de investigação e os procedimentos e categorias apropriados à realização da análise.
É na seção Resultados/Discussão que os autores apresentam, comentam, interpretam e discutem os resultados obtidos em relação aos conhecimentos, até então, acumulados na área de pesquisa na qual o estudo está inserido.

A seção Resultados e Discussão dos artigos acadêmicos é, praticamente, a responsável pela garantia da permanência da pesquisa na área de sua atuação, ou seja, é nesta seção que o autor deverá ter a capacidade de legitimar sua pesquisa e ganhar a adesão de seus pares na comunidade acadêmica. É na seção Resultados e Discussão que a autoria se revela de forma mais clara, posto que esta unidade retórica tem como objetivos centrais apresentar e discutir resultados, declarar opiniões e argumentar a favor dos achados da pesquisa com o intuito de convencer os leitores acerca de sua validade.
Adaptado de Bernardino, C.G.