A escolha de um revisor de textos profissional

É a primeira vez que você precisa de um revisor. Você procura no Google a aparecem centenas. A quem você vai entregar sua tese? Tem certeza de que tipo de profissional você necessita?

Ao escolher um revisor profissional você tem dois fatores fundamentais a serem considerados: o tipo
Não escolha pela sorte a quem vai entregar sua dissertação para ser revisada.
Provavelmente, você não conhece muitos
revisores; mas, na hora de entregar
seu texto, você precisará de um
muito bom. Escolha com
antecedência!
de revisão que você deseja e a competência do profissional para atender suas necessidades. Este último fator é provável que seja o mais importante para você, mas vamos considerar o primeiro, com foco em um revisor que você vai encontrar on-line, uma vez que é, provavelmente, como você está procurando.

Como escolher um revisor pela internet?

Em grande e parte, depende se você está procurando um serviço profissional de revisão para uma tese ou texto do gênero acadêmico pronto ou um texto que ainda está em construção. No segundo caso, a “revisão” por um processador de texto moderno pode ser usada para oferecer um serviço abrangente e quase sem custo, podendo eliminar a maioria dos erros simples, aqueles que são eliminados pelo que conhecemos como parte “mecânica” da revisão: os erros de digitação, de concordância simples, de acentuação básica e questões do gênero.
No entanto, os princípios fundamentais necessários para escolha de um revisor profissional aplicam-se ao texto que está pronto para publicação, depósito, defesa. Nesse caso, há fatores importantes a se considerar.

Opções em excesso na internet

Você notará que existem ofertas demais de serviços de revisão na internet. Qualquer pesquisa nos mecanismos de busca retornará centenas ou mesmo milhares de ofertas de serviços se apresentando como revisores ou formatadores; centenas de sites, blogs e anúncios. Haverá muitos, muitos anúncios pagos de revisores e de empresas de revisão. Quando iniciamos neste ramo, praticamente éramos só nós na Web, depois surgiram centenas. Escolher entre tantos pode parecer uma tarefa complexa e difícil, mas basta ter critério. Há muitos fatores a considerar, a partir de custo e prazos de entrega, da qualificação e da experiência dos profissionais.
O objetivo aqui é reduzir a confusão e ajudar você em sua busca por um serviço de revisão respeitável que se adapte a suas necessidades específicas. Há excelentes revisores no mercado, mas há alguns que podem não ser tão bons. Cuidado. Sabemos de casos de pessoas que contrataram revisão para suas teses e tiveram surpresas desagradáveis na hora da defesa.

Entenda suas necessidades

O primeiro passo é considerar quais são suas necessidades. Você está procurando um serviço de revisão para um texto acadêmico, um serviço de preparação de texto de negócios ou apenas uma revisão profissional de um fragmento de texto ainda está produção?
Você também deve considerar o nível de revisão e edição de que você necessita. Você só quer revisão de erros de gramática e pontuação (revisão mecânica), ou você quer uma edição completa e adequada para melhorar léxico, sintaxe e estilo? Você precisa da revisão linguística apurada que somente o profissional calejado oferece?
Saiba o que você quer em termos de tipo de revisão (acadêmica, empresarial e outros) e nível de edição (desde a revisão mecânica, até a revisão linguística acadêmica). Certifique-se de especificar claramente estes pontos quando você estiver negociando.

Fatores que a considerar

O custo de um serviço é, naturalmente, questão muito importante para a maioria das pessoas. Você quer encontrar um valor que você possa pagar. No entanto, é extremamente importante você não se ater ao menor preço com o melhor negócio a fazer; muitas vezes, não é o caso.
Ouvimos falar de autores chateados com opções de baixo custo de revisão que acabam sendo desperdício de dinheiro. Muitos acabam, então, procurando um serviço de preço médio ou superior, depois de terem sido frustrados por um revisor barato. A revisão de texto é um serviço profissional especializado, não um simples produto que você escolher com base no melhor preço. Lembre-se do velho ditado: você paga pelo que você terá. Isto é, em geral, muito verdadeiro em revisão e formatação de textos acadêmicos, bem como na maioria dos serviços profissionais.
A revisão e formatação adequadas e completas de uma tese ou dissertação levam tempo e requerem cuidado. Bem qualificados e disputados no mercado, profissionais experientes não cobram barato por seu tempo. Se o preço estabelecido for baixo, tome como um sinal de alerta: bode ser alguém inexperiente, fazendo bico, ou alguém que faça revisão como forma de complementar a renda. No primeiro caso, o risco maior recai sobre a qualidade do serviço, no segundo, a questão primordial é o tempo disponível do profissional para se dedicar a seu texto: quando ele poderá concluir o trabalho, já que tem outras prioridades?

Experiência e conhecimento

Quando você está escolhendo um revisor, pode ser vantajoso notar se ele tem conhecimento ou experiência com o assunto de seu texto ou contexto. No entanto, isso pode ser menos importante do que você pode pensa. Muitas vezes, você pode achar que é importante encontrar alguém que entenda do assunto do texto, um especialista versátil em linguística aplicada e com ampla experiência na matéria do texto que você escreveu, isso pode ser muito difícil de encontrar e, se ocorre, o preço costuma ser astronômico.
Considere que os especialistas em linguística aplicada à revisão têm experiência diversificada de trabalhos em todo tipo de texto. Considere também que o especialista no assunto é você e, se você tem um orientador ou leitor crítico, caberá a eles a abordagem do conteúdo, não ao revisor linguístico do texto.

O conhecimento da língua

Estamos tratando de revisão em português, mas os mesmos princípios se aplicam independentemente da sua língua nativa. Você deve procurar um revisor cuja língua nativa é a mesma do texto. Revisão é uma habilidade diferente de escrever conteúdo de uma tese ou artigos. Ela exige bom conhecimento de gramática, semântica, sintaxe, morfologia... e uma série de conteúdos linguísticos específicos, desde a teoria da comunicação até a análise do discurso – e também uma boa dose de contextualização. Tudo isso colabora para que qualquer uso impróprio possa ser identificado e corrigido.
A internet está cheia de ghostwriters, revisores autoproclamados, freelancers e estudantes ou aposentados fazendo bico como revisores, todos afirmam ser competentes em português, mas mal alcançam a gramática básica; eles podem até tentar, mas não conseguirão alto padrão de revisão. É mais fácil escrever um texto satisfatório para si que se debruçar sobre a dissertação escrita por outra pessoa, aperfeiçoando-lhe o conteúdo e a comunicabilidade, depurando os excessos e os bordões, expurgando as locuções expletivas e emprestando fluência ao texto.
A grande maioria dos revisores encontrados pela internet tende a não fazer bom trabalho ao corrigir nuances de gramática e uso de vocabulário (semântica), como o faz um revisor profissional experiente. Eles podem ser capazes de melhorar alguma coisa no texto, mas não de corrigir os erros e desvios sutis nas passagens escritas por outros.

Qualificação ou experiência?

Você também pode preferir contratar os serviços de um revisor qualificado, com pós-graduação específica. Embora tal profissional possa passar mais confiança, pois o bom conhecimento da língua ainda é imperativo e até mesmo pode substituir outra qualificação, não é para subestimar as habilidades daqueles que ganharam um diploma de revisão, mas se não tem prática no ofício, erudição e dedicação exclusiva ao ofício, então sua escolha deve ser questionada.
Muitos escritores experientes são capazes de revisão, mesmo sem qualificação formal e específica. Eles podem corrigir erros de gramática, pontuação, ortografia e construção de frases, podem até mesmo atender perfeitamente a suas necessidades, sem compreender todas as nuances de revisão profissional. No entanto, para um trabalho verdadeiramente profissional, especialmente para trabalho acadêmico longo, você deve procurar alguém qualificado, profissional e que exerça o ofício de revisor com dedicação exclusiva, para que possa se concentrar integralmente no texto e desempenhar a tarefa, satisfatoriamente, no curto prazo de que irá dispor. Aqui entra em questão a velocidade do trabalho. De que lhe adianta um revisor que possa revisar a contento dez ou quinze páginas por dia de sua tese de duzentas? Você dispõe de quinze dias para a revisão?

O que a revisão significa para você?

Se você está procurando profissional de revisão para sua tese ou dissertação, você deve ter boa noção do tipo de serviço que você está procurando. Muitos amadores que anunciam ser profissionais podem se apresentar online – a rede é livre e a profissão, felizmente não possui reservas de mercado. Então, verifique as credenciais da pessoa ou da firma: credenciais são bem mais que diploma. Verifique o portfólio da pessoa ou empresa. Cheque se ela tem registro profissional, institucional, algum tipo de credenciamento. Peça indicações. Solicite amostra de texto revisado: envie duas ou três páginas do texto para ver. Observe, se você também pretende contratar o serviço de formatação, outros trabalhos formatados por quem você pretende contratar. Sobretudo, faça tudo isso com antecedência, pois – se a revisão for importante para você, se a qualidade do texto que você vai apresentar é relevante – você precisará estar muito bem assessorado por revisor e formatador de primeira linha.
Adaptado de Choosing a Provider.