16 de junho de 2014

Revisão de texto acadêmico

A revisão de texto é feita, inicialmente, pelo escritor para resolver dúvidas deixadas ao longo do texto, “limpar” o texto, verificar se as ideias têm sequência lógica, esclarecem adequadamente o leitor.

Escrever e revisar são atividades distintas, uma mais criativa e descritiva, a outra mais técnica e crítica. A revisão feita pelo revisor profissional propõe, primeiramente, uma leitura rápida para ter ideia do conjunto. Na segunda leitura, mais cuidadosa, faz-se anotação das discordâncias, indagações, sugestões. E por fim, tenta-se detectar as falhas na transmissão das ideias e possíveis hesitações em termos de conteúdo.
Adaptado de L. A. de Freitas
A formatação não deve apenas adequar a apresentação às normas, mas acrescentar qualidade à informação.
A revisão não vai mudar o
sentido de nada no texto;
o objetivo é melhorar
a compreensão de tudo.
Durante a vida acadêmica, adquirimos conhecimentos abrangentes e restritos sobre a área da qual estudamos. Esses conhecimentos são colocados a prova em muitos momentos. Os trabalhos acadêmicos são uma forma de demonstrar esses conhecimentos adquiridos. Há diversos tipos de trabalhos acadêmicos, alguns serão citados ao longo dessa postagem. Em breve definição, o trabalho acadêmico é resultado dos estudos e conhecimentos adquiridos na vida acadêmica. O trabalho acadêmico é das mais importantes publicações da vida acadêmica e deve ser escrito de acordo com normas requeridas e ser redigido em linguagem adequada. É importante também que seja coeso e coerente e que a informação passada seja clara - como qualquer texto. Para garantir essas características, o autor deve contar com a colaboração do revisor de textos.
A atividade de revisão de textos surge ligada às imposições prescritivas das gramáticas, fortemente vinculadas à normas de bem falar e bem escrever, mas isso, lá em sua origem. Nascendo a partir da norma, e só existindo por causa dela durante muito tempo, a revisão de textos restringiu-se àquela época à correção ortográfica e gramatical e foi incorporada como parte intrínseca do processo editorial. É nesse espaço do mercado que o profissional que realiza o trabalho de revisão encontra boa parte do mercado de trabalho. A produção de textos acadêmicos e científicos também compõe uma porcentagem expressiva do trabalho disponível ao revisor de textos.
Mas o processo de revisão de texto vai além da correção gramatical, como a maioria das pessoas ainda pensa. Esse trabalho envolve um processo muito mais elaborado para garantir a qualidade do texto.
Ainda se tem grande preconceito com esse tipo de trabalho porque se acredita que a revisão de texto vai alterar a estrutura e ideia original do texto. Essa visão é totalmente errada, pois a grande qualidade de um bom revisor de texto profissional é o respeito ao estilo do autor – seja de um trabalho acadêmico, um projeto, um folder ou um manual. Deve ser analisada a linguagem, percebendo se ela está adequada ao objetivo e à mensagem, mas preservando a expressão do autor. O revisor de texto busca, muito além dos aspectos gramaticais e estilísticos, melhorar a organização e a exposição das ideias. O revisor de texto acadêmico faz esse trabalho com foco na finalidade do texto e nas especificidades que ele requer para bem atender a elas.

Objetivos da revisão

O texto em que trabalhamos tem destaque, traga sua dissertação a nós.
O objetivo da revisão, ao contrário da primeira impressão, não é eliminar erros de digitação e outras imperfeições normativas (concordância, regência, eufonia...) - embora tudo isso esteja incluído. Há aspectos bem mais importantes e que ultrapassam o conhecimento superficial de que é "bom em português", mas não é revisor profissional.
O principal objetivo da revisão é melhorar a clareza do texto; nosso trabalho vai ajudar a transmitir a mensagem ou conteúdo desejado, ampliando a comunicabilidade do texto e a portabilidade de sua informação entre o autor e o leitor. O texto revisado tende a estar livre de vícios de linguagem, e permite mais clareza às ideias expostas, o que resulta em ampliação da credibilidade. A revisão também elimina repetições de termos e, no caso das teses e dissertações, depura o texto das expressões coloquiais que tenham escapado ao autor, o que reforça também a credibilidade pelo uso do registro adequado: a linguagem formal e científica. É importante garantir que o texto da tese, por exemplo, seja compreendido com precisão e transparência para ser visto pela banca, permitindo que as considerações durante a arguição se voltem exclusivamente para o conteúdo científico, sem sugerir discussões linguísticas fora da matéria em pauta.

A arte de cortar na revisão de textos

O corte causado por uma revisão de texto não significa necessariamente que as especificações e requisitos mudaram – a conclusão mais comum é que os requisitos iniciais não foram atingidos. Portanto a palavra “refazer” nem se aplica tão completamente: você vai é recomeçar a fazer, agora com a ajuda do revisor, porque na tentativa anterior não fez.
O texto é mais uma daquelas
situações em que "menos é mais".
Produtividade em atividades criativas, como escrever, muitas vezes é um conceito difícil de aplicar objetivamente de forma ampla. Quem escreve e ganha apenas por produção (número de folhas ou toques escritos) são os digitadores, que não têm a atribuição de criar; para os autores, a produtividade da criação de texto pode ser medida apenas de maneiras agregadas ou secundárias: índice de cumprimento de prazos, de atingimento do volume mínimo necessário.
Quem publica muito sabe que precisa escrever muito mais do que os leitores chegarão a ver, e feliz do autor que tem a percepção de que determinados parágrafos, capítulos e artigos serão mais interessantes para o leitor se forem cortados do que se forem mantidos.
Fragmento adaptado de Augusto de Campos.

São Paulo: +55 (11) 3042-2403 Rio de Janeiro: +55 (21) 3942-2403 Belo Horizonte: +55 (31) 3889-2425
Brasília: +55 (61) 4042-2403 Porto Alegre: +55 (51) 4042-3889 Skype: keimelion
Atendemos em horário comercial.
Para solicitar orçamento, envie o texto.
Não elaboramos trabalhos de graduação ou pós. Não insista.