14 de junho de 2014

Mitos para protelar a redação

Protelar a redação de um texto é caminho seguro para que ele tenha menos qualidade. Não caia nas armadilhas abaixo na hora da tese.

Os revisores de textos costumam receber as teses e dissertações na última hora, quase sempre devido à protelação constante dos autores na redação. Isso quase sempre resulta em prejuízo qualitativo para o trabalho.
O rigor com os cronogramas sempre produz melhores resultados no texto da dissertação.
Só você pode se policiar
para não protelar a
redação.
Para quebrar o hábito de protelação, precisamos deixar para trás a ideia de que, para escrevermos, devemos ter todas as informações pertencentes ao tema, e que devemos ter condições ótimas para escrever. Na realidade, muitos escritores profissionais nem sempre têm todas as informações que gostariam e as condições para escrever nunca são as ideais. Pense na tarefa ou dissertação que você está deixando de lado. De um lado de uma folha de papel, escreva todas as razões para o adiamento. No outro lado, argumente (convincentemente!) contra o adiamento.
Abaixo seguem alguns exemplos de como fazer isso.
Mito n°. 1: “Eu não consigo trabalhar em um ambiente bagunçado. Eu não poderia escrever esta dissertação enquanto não tiver limpado meu quarto”.
Contra-argumento: Não existem condições que sejam necessárias para se escrever, exceto duas: 1) Você deve possuir um aparato de escrita (seja o teclado de um computador ou uma caneta); e 2) você deve ter algo para escrever nele (seja o editor de texto do computador ou folhas de papel). Se, quando estiver com uma dissertação para escrever, você começar a reunir pré-requisitos para começar a escrever, você pode, em verdade, estar inventando desculpas – ou em outras palavras, protelando!
Mito n°. 2: “Eu sei que tenho de começar a escrever, mas eu ainda não pesquisei o suficiente. Vou passar só mais uma noite na biblioteca e, então, vou começar a escrever”.
Contra-argumento: Verdade seja dita, você NUNCA reunirá toda a informação que puder para sua dissertação. É melhor você escrever um argumento precisamente esculpido com a informação que você tem AGORA, do que ficar pesquisando e correr o risco de ter de apresentar um trabalho feito de última hora.
Mito n°. 3: “Eu trabalho melhor sob pressão”.
Pense na revisão da dissertação ou tese bem antes do fim do prazo.
A arte de escrever é
a arte de aplicar o
traseiro das calças
no assento da cadeira.
Mary Heaton Vorse
Contra-argumento: Há muitas maneiras de criar pressão sobre você, além de tentar escrever a dissertação na véspera do prazo de entrega. Você pode determinar um limite de tempo, por exemplo, “Eu vou escrever este parágrafo em meia hora”, ou você pode fingir que a dissertação é uma prova dissertativa com tempo limitado. Se você fizer isso uma ou duas semanas antes do prazo, você terá uma brochura com muito tempo para ser revisada e editada.
Mito n°. 4: “Para que eu possa escrever minha dissertação, preciso de seis horas ininterruptas de trabalho”.
Contra-argumento: Você pode e deve trabalhar na sua dissertação em blocos de uma hora (ou até menos). Isto o ajudará a fracionar a tarefa em pedaços menores, tornando-a deste modo mais controlável. Se você souber que você pode trabalhar em uma parte da dissertação por uma hora, então não parecerá tão intimidante, e será menos provável que você vá protelá-lo. Algumas pessoas, por outro lado, acham que precisam de blocos de trabalho maiores para conseguirem realmente produzir algo. Portanto, como todas as estratégias delineadas aqui, se isto não parecer funcionar para você, jogue isso fora e tente outra coisa. Ainda assim, perceba que você será mais produtivo se você planejar que vai escrever “esta manhã inteira” do que se planejar que vai escrever “o dia inteiro”.
Mito n°. 5: “O que eu for escrever tem de ser perfeito” ou “Eu não posso começar a escrever sem ter uma tese/afirmação/argumento/introdução perfeita”.
Contra-argumento: Uma redação inicial (ou mesmo a dissertação final) não tem de ser perfeita. Quando escrevemos uma primeira versão do texto, precisamos desligar nosso crítico interno e colocar algumas palavras no papel. O bom de começar cedo uma tarefa de dissertação é que isso nos deixa com muito tempo para revisão, edição, e busca por erros. Isto nos deixa com liberdade para permitir que nossa escrita flua, sem preocupações no nível das sentenças, como estilística, gramática e pontuação.
São Paulo: +55 (11) 3042-2403 Rio de Janeiro: +55 (21) 3942-2403 Belo Horizonte: +55 (31) 3889-2425
Brasília: +55 (61) 4042-2403 Porto Alegre: +55 (51) 4042-3889 Skype: keimelion
Atendemos em horário comercial.
Para solicitar orçamento, envie o texto.
Não elaboramos trabalhos de graduação ou pós. Não insista.