Visite-nos no Google+

17 de outubro de 2012

Concisão e clareza na redação científica moderna

ou Como não redigir o texto científico
Revisores são críticos de textos e, sempre que nos deparamos com redação do tipo que se segue, temos a obrigação de fazer cortes, mas nem sempre os autores nos permitem. Na verdade, os autores é que não se deveriam se permitir esse tipo de redação:
Tese e dissertação se revisa na Keimelion.
O texto não deve apenas parecer inteligente.
Nesta tese, a utilização potencial da hipótese incrementa a superação de cada obstáculo e/ou resistência passiva para além das contradições e dificuldades iniciais, não omitindo ou calando, mas antes particularizando, como sua premissa indispensável e condicionante, o aplanamento de discrepâncias e discrasias existentes.
O método participativo proposto se caracteriza pela correta relação entre estrutura e superestrutura numa visão orgânica e não totalizante, recuperando, ou antes revalorizando, no contexto de um sistema integrado, o co-envolvimento ativo de operadores e utentes.
Assim, o critério metodológico propõe-se a uma coligação orgânica interdisciplinar para uma práxis de trabalho de grupo, com critérios não-dirigísticos, potenciando e incrementando, com as devidas e imprescindíveis enfatizações, um indispensável salto de qualidade.
O quadro normativo incrementa o reconhecimento da demanda não satisfeita, para além das contradições e dificuldades iniciais, não assumindo nunca como implícito, em termos de eficácia e eficiência, a transparência metodológica.
A necessidade emergente privilegia a pontual correspondência entre objetivos e recursos segundo um módulo de interdependência horizontal, ativando e implementando, como sua premissa indispensável e condicionante, a adoção de uma metodologia diferenciada.
O texto poderia até ser mais longo, mas já se presta a exemplificar negativamente. Entenda, no documento que se segue, como foi redigido o segmento acima e conheça algumas sugestões para evitar esse tipo de redação - que está aqui caricaturada.
Concisão e clareza na redação científica moderna