15 de maio de 2014

Por que, porque, por quê, porquê

Você sabe, com segurança, usar por que, por quê, porque e porquê? 

Essas expressões costumam causar confusão e até perplexidade, não é sem razão: são pronunciadas da mesma forma, dependendo da entonação, mas as grafias são quatro!
Por que (separado, sem acento) – Em perguntas diretas ou indiretas, no início ou meio de frases. Neste caso, sempre cabe a palavra motivo. Exemplo: Por que (motivo) trabalhas tanto? É a preposição por acompanhada do pronome interrogativo que.
Não consigo formatar e não sei por quê. - Só o profissional sabe o porquê.
Há construções que sempre causam
 dúvida. Estas são das tais.
– Em construções em que pode ser trocado por pelo qual e suas flexões (pelas quais, pelos quais). Trata-se de preposição por acompanhada do pronome relativo que. Exemplos: Só sei as esquinas por que (pelas quais) passei. Conheci o rapaz por que (pelo qual) tua filha anda apaixonada.

Por quê (separado, com acento) – Perguntas diretas ou indiretas sempre no final de frase; também se trata do pronome interrogativo que precedido da preposição por, é possível subentender a palavra motivo. Exemplos: Trabalhas tanto por quê (motivo)? Saíste daqui e nunca me disseste por quê?

Porque (junto, sem acento) – Respostas no início ou meio de frase: Trabalho porque preciso. Porque conheço você, não acredito nessa história.
– Pergunta-resposta: Não trabalhaste porque estavas doente? Ela não confia mais em mim; será que é porque menti para ela?
– No lugar de para que (indicando finalidade): Chegue mais perto porque (para que) todos possam vê-lo melhor. [Um pouco antiga esta forma.]

Porquê (junto, com acento) – Trata-se de substantivo. Neste caso, vem sempre determinado (pelo artigo): Não entendi o porquê da sua dúvida. Tanto porquê me deixa confuso.
A resposta fica reticente (incompleta): Cheguei atrasado porquê… ora, não sei.
por Yan Gibim
São Paulo: +55 (11) 3042-2403 Rio de Janeiro: +55 (21) 3942-2403 Belo Horizonte: +55 (31) 3889-2425
Brasília: +55 (61) 4042-2403 Porto Alegre: +55 (51) 4042-3889 Skype: keimelion
Atendemos em horário comercial.
Para solicitar orçamento, envie o texto.
Não elaboramos trabalhos de graduação ou pós. Não insista.